segunda-feira, 14 de julho de 2008

Desalmada

Perdi a alma na praia.
Deixei-a lá, foi de propósito,
pesava-me tanto
que ao boiar
a olhar fixamente o azul
deixei-a subir e subir
e subir.

E ela abriu os braços e
deu cambalhotas e
ficou a planar
sem pressas
assim a olhar o mundo em redor.

De repente,
com um golpe de rins
disparou em direcção ao azul
nem sei se do céu, se do mar...

Fiquei corpo
fresco e aliviado
livre
pronto para ser recolhido
no abraço de uma gaivota
que me levava para longe.

§

4 comentários:

Azelpds disse...

Muito bonito. :)

luis disse...

Oi Ladysofia o que pesa nåo é a alma,é o teu consciente!

Sofia disse...

Azel:
Thx :)
Esta é uma daquelas que tem escrito de alto abaixo em letras de fundo BEM GRANDES : ressaca da semana em Lagos! §

Luís:
Bem-vindo ao meu espaço, regressa sempre que queiras :)
mas terás que te fazer entender melhor! O que escreveste parece-me mais um juízo do que um comentário... A minha consciência está muito bem e em paz, obrigado!
§

Azelpds disse...

:)